quinta-feira, 7 de outubro de 2010

PACTO

Lendo Spleen e retomando a consciência.

Tudo começou com um projeto esquizofrênico onde convidei uma gata listrada para ser a minha atriz.
Uma bagunça de sentimentos ameaçada pela verdade.
Não quero mais a verdade. Pela verdade heróis morrem e esquecem de realizar o que pode ser de melhor.
Nesses últimos anos, meu contrato com o demônio firmou. Sou escrava das leituras do surrealismo e Blake, esqueceu-me.
Meu coração aflita como essa cidade, onde o tempo é o regente das desilusões, que te faz enxergar o rio negro navegador em nossas almas.
Permita-me entender que então os sonhos, são escapismos de uma mente que não morre mesmo estando doente.

2 comentários:

  1. gostei da escravidão pelas leituras e surrealismo!

    ResponderExcluir
  2. Nira, você é sempre tão gentil!

    Bjs

    ResponderExcluir