segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

esses são dias desleais...

O fato é que todas as pessoas são ridículas, o outro é algo muito ridículo, quase insuportável, e quando se pensa o mesmo de si mesmo, é até possível perder-se em noites de sexo ou de longas rodadas de uísque.
O ano começa de novo, e com ele fica a idéia de que é só mais um ano perdurando nossas vontades e bestialidades.
Aí vem o carnaval, pra mais estrago e engano. Pessoas nuas e ridículas pelas ruas, atrás de algum outro ridículo suportável.
Eu só queria não ter que pensar em tudo isso.
Viver a parte dos acontecimentos do mundo.
(Eu quase consigo).

Um comentário:

  1. O quase ridículo existe?
    Gostaria de ser uma quase ridícula.

    ResponderExcluir